voltar

11 DE JANEIRO É O DIA DO CONTROLE DE POLUIÇÃO POR AGROTÓXICOS NO BRASIL

11.01.2021
Dia do Controle da Poluição dos Agrotóxicos

O Dia do Controle de Poluição por Agrotóxicos, que no Brasil é celebrado em 11 de janeiro, é a data para estimular a reflexão sobre os danos decorrentes da utilização indiscriminada de agentes agroquímicos. O seu efeito não atinge apenas ao meio ambiente, mas  também afeta diretamente a qualidade de vida humana, como a ciência vem demonstrando ao longo das décadas.

O debate proposto pelo Dia do Controle de Poluição por Agrotóxicos cabe à toda a sociedade, mas principalmente aos poderes públicos e ao agronegócio, já que estes são os responsáveis por equilibrar a gigantesca demanda pela produção de alimentos e insumos em consonância com práticas sustentáveis para o planeta. 

Neste contexto, é importante ressaltar que o Brasil é um dos maiores exportadores agrícolas globais. Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o agronegócio nacional bateu recordes de exportações em 2020, mesmo diante da crise mundial provocada pela epidemia do coronavírus. O país registrou, neste mesmo ano, supersafras de commodities como a soja.

Em contrapartida, também somos um dos países que lideram o consumo de pesticidas no campo. 

Agrotóxicos na agricultura brasileira

Os agrotóxicos utilizados na agricultura brasileira são regulamentados pela Lei nº 7.802/1989. Mesmo que avaliados pelas diretrizes de três órgãos reguladores (ANVISA, Ibama e Ministério do Meio Ambiente), o aumento dos novos registros de agrotóxicos levanta debates acalorados entre os setores contra e a favor da flexibilização do uso desses pesticidas nos plantios comerciais.

Apenas durante o mês de novembro de 2020, o Ministério da Agricultura publicou em Diário Oficial a liberação de mais 42 agrotóxicos no país, chegando à marca de 405 novos defensivos do tipo apenas durante o mesmo ano. Muitos desses produtos aplicados nas plantações em todo o território nacional são proibidos em países como os Estados Unidos e União Européia por apresentar riscos ao meio ambiente, mas também à saúde humana, sendo 14 deles proibidos no mundo.

As questões trazidas pelo Dia do Controle da Poluição dos Agrotóxicos são complexas para todas as pontas da cadeia produtiva agrícola, para toda a sociedade e para a gestão da saúde pública e do meio ambiente brasileiro e devem ser debatidas em prol de uma eficiência produtiva mais sustentável, lucrativa e saudável, realizada com agentes defensivos que não causem danos à fauna, às águas e a poluição do solo por agrotóxicos

A MDS Brasil junto aos desafios do campo

Atenta às variáveis que estão no cotidiano do trabalho duro realizado nas lavouras, plantações e fazendas de todo o Brasil, a MDS Brasil realiza a corretagem personalizada de seguros capazes de mitigar os riscos particulares deste segmento tão importante para o desenvolvimento econômico, tecnológico e social do país. Conheça as soluções taylor-made as soluções para salvaguardar operações e o patrimônios dos empreendedores do campo:

  • Seguro de Safra e Plantio: a apólice de é desenhada para assegurar resultados financeiros estimados nas plantações diante de um gama de riscos inerentes à atividade, como os eventos climáticos controláveis ou incontroláveis e outros danos.  As coberturas do Seguro Safra oferecem reembolsos financeiros para recuperação dos investimentos empregados na plantação e há também as coberturas de seguro safra que podem arcar com as despesas para replantio emergencial.  Trata-se de uma estratégia para gerar mais maior estabilidade nos resultados financeiros frente às situações de risco.

  • Seguro Paramétrico: predição de perdas que podem ser provocadas por fatores naturais.  O design do Seguro Paramétrico leva em consideração  uma série de avaliações tecnológicas do clima regional, analisando as previsões de chuvas, ventos, radiação solar, secas, temperatura, entre outros) e demais fatores calculáveis que podem impactar as safras. Com estes parâmetros, a seguradora desenvolve  um valor índice para restituir a receita comprometida por fenômenos naturais , desde que essas perdas estejam inicialmente estimadas nas análises de risco realizadas.

  • Seguro de Equipamentos e Maquinários: coberturas específicas para amparar perdas financeiras decorrentes de sinistros como danos elétricos, incêndios, explosões, raios, furtos e roubos. O Seguro de Equipamentos evita que o investimento aplicado no maquinário seja perdido e pode estender sua proteção para prejuízos gerados pela interrupção das operações (Lucros Cessantes) ou mesmo assegurar equipamentos financiados ou cedidos como garantia para contratação do crédito rural.


FALE COM NOSSOS ESPECIALISTAS


Conheça as soluções que o seu negócio pode adotar para mitigar riscos e ameaças, e não deixe de nos acompanhar no LinkedIn, Facebook e Instagram e fique por dentro dos principais assuntos e novidades.


#MDSBrasil #Seguros #Insurance #Agronegocio #Agribusiness #Sustentabilidade #Negocio #VidaNoCampo
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, você está consentindo o seu uso.Saiba mais

Compreendi