voltar

4 MOTIVOS PARA O RH MELHORAR A GESTÃO DE AFASTAMENTO DO TRABALHO

23.08.2021
4 MOTIVOS PARA O RH MELHORAR A GESTÃO DE AFASTAMENTO DO TRABALHO

O custo com afastamento do funcionário e ausência contribui para quase 35% da folha de pagamento de uma organização. Surpreendentemente, apesar desse impacto, a maioria das organizações nem mesmo rastreia ou administra com eficácia o afastamento do trabalho de um funcionário.

Some a estas informações o fato dos benefícios de saúde serem os mais valorizados por cerca de 90% dos trabalhadores brasileiros — segundo pesquisa realizada pela seguradora MetLife. 

Só para se ter uma ideia, de acordo com estimativa do Instituto Ética Saúde (IES), o sistema de saúde do Brasil perdeu, em 2021, uma quantia equivalente a R$14,5 bilhões do custo com fraudes, sobrepreços, ineficiência, despesas administrativas excessivas e serviços desnecessários. 

E se engana quem pensa que esses números são contraditórios, afinal, eles revelam nada menos que algumas consequências da má gestão da saúde corporativa.

E por falar em gestão, dar suporte à saúde dos colaboradores torna-se um grande desafio para as organizações  em um cenário complexo devido a questões como o reajuste dos planos de saúde anual de 2021 somado a 1 ⁄ 2 do reajuste suspenso em 2020, o alto índice de afastamento e absenteísmo.

Os casos de infecção pela Covid-19 ocasionaram cerca de 13 mil afastamentos no primeiro trimestre de 2021, de acordo com a Secretaria de Previdência e Trabalho. Esse fato levou à incapacidade temporária do trabalhador e causou impacto no quadro de funcionários, realocação de funções ou necessidade de contratar substitutos e, por consequência, gerou mais gastos financeiros.

Nesse contexto, por que é necessário o controle adequado de atestados, acompanhar os afastados, prazo de recursos e o aumento do Fator Acidentário de Prevenção  (FAP)? Continue a leitura.

A gestão de afastados e o custo do absenteísmo 

Na prática, uma gestão de afastamento de funcionários bem monitorada faz uma grande diferença no orçamento das empresas. Isso porque, por meio dela, é possível evitar a perda de turnos e falhas nos processos administrativos.

"Tomemos como case uma organização do ramo financeiro que vivenciou uma economia estimada de R$200 mil, o equivalente a R$3.650.005,00 anuais”, aponta Walter Cavichio, Diretor Técnico de Saúde e Benefícios.

E mais: esse notável alívio nos gastos veio acompanhado de outros saving financeiro, como:

  • análise 100% das divergências de 389 CNPJs;

  • redução de 80% na concessão de NTEPs;

  • redução de 52% na concessão de B91 (benefício dado a trabalhadores vítimas de lesões ocupacionais);

  • redução de 9% no FAP.

Assim como essa empresa, companhias de outros segmentos têm obtido sucesso e importantes reduções nos gastos sem a necessidade de promoverem mudanças radicais no dia a dia de seus departamentos de RH.

4 motivos para gerenciar o afastamento do trabalho 

Rastrear afastamentos do trabalho é um dos aspectos fundamentais do processo de folha de pagamento, mas muitas organizações não dão a atenção necessária a ele, o que pode acarretar em consequências. Por um lado, há um impacto direto na continuidade dos negócios e risco financeiro; por outro, há uma influência negativa sobre os funcionários. 

Aqui está uma análise mais detalhada dos problemas decorrentes da gestão de licenças desalinhada:

  1. A indisponibilidade de funcionários afeta o trabalho

O planejamento e a alocação de recursos são  componentes críticos para tornar qualquer negócio sustentável, sendo  o gerenciamento de licenças uma entrada importante neste processo. 

No acelerado mundo dos negócios de hoje, em que  o cliente é mais exigente, a indisponibilidade de pessoal pode ser um golpe letal para o negócio e afetar sua credibilidade.

  1. Risco Financeiro

A lei trabalhista prevê situações em que a empresa cobre o funcionário financeiramente durante a licença, como por exemplo o afastamento do trabalho por doença, quando a empresa custeia os 15 primeiros dias do afastamento. O pagamento de licenças sobre licenças acumuladas é um passivo financeiro para a empresa. 

Quando sua companhia paga encargos de licença, atinge diretamente os lucros e perdas da organização. Portanto, é importante estar ciente do saldo financeiro em termos de pagamento de licenças, para que não seja uma surpresa e atrapalhe o fluxo de caixa.

  1. Questões jurídicas 

Como dissemos, a lei trabalhista regula o afastamento do trabalho e os empregadores devem cumprir tais leis. Quando você não se encarrega delas, pode prejudicar os custos e a reputação da organização.

  1. Bem-estar e moral do funcionário

O gerenciamento ineficaz de licenças pode ter um impacto direto no bem-estar e na moral do funcionário. Isso porque o afastamento de funcionário no trabalho é considerado uma questão pessoal importante e se ele não a obtém quando mais precisa, isso pode levar à desmotivação e à desmoralização. 

Planejar licenças com antecedência, rastrear a utilização em tempo real e discutir as necessidades abertamente são algumas das maneiras pelas quais os supervisores podem conceder licenças sem impactar negativamente os resultados do negócio.

Deixar a gestão de afastados de lado pode rapidamente resultar em baixa produtividade e desagradar os funcionários. Isso, definitivamente, não é o que a sua empresa deseja, certo? É válido destacar que o processo em si não é demorado e, hoje, existem tecnologias que podem ser empregadas para torná-la livre de erros e rápida. 

Automatizar o programa de acompanhamento de afastados

Assim como os departamentos de Recursos Humanos de toda empresa, nós da MDS Brasil também acreditamos que a gestão estratégica do afastamento do trabalho atrelada a uma política eficiente de benefícios seja um dos melhores caminhos para cuidar de pessoas. 

Por isso, desenvolvemos um processo exclusivo de Gestão de Afastados que combina sistema automatizado, equipe técnica especializada e ferramentas alinhadas ao que há de melhor e mais inovador no mercado de benefícios. 

Tudo para analisar e organizar e integrar os bancos de dados de clientes e parceiros com transparência, resultados garantidos e o melhor custo-benefício. 

"Queremos oferecer a melhor estratégia para os clientes. Buscamos sempre disponibilizar novas ferramentas e soluções que sejam eficazes nas necessidades deles”, reforça Cavichio.

A implementação de um sistema eficaz de gerenciamento de licenças oferece suporte para sua organização, pois ajuda a:

  • controlar as folhas de pagamento;

  • gerenciar licenças de funcionários;

  • reduzir a carga administrativa;

  • tomar decisões baseada em dados;

  • reduzir custos.

Para realizar as tarefas acima com precisão, o RH deve estar equipado com as informações e recursos corretos sobre afastamento de funcionário no trabalho. Rastrear todas essas métricas manualmente é uma tarefa trabalhosa e suscetível a  erros. 

É aqui que um sistema automatizado de gestão de afastados pode fazer maravilhas. Pois oferece dados de licença precisos e em tempo real a vários interessados, como gerentes e chefes, para acessarem facilmente as informações coletadas para análises, relatórios e avaliações financeiras.

Deseja saber mais sobre os benefícios para o seu departamento de RH garantir que a empresa esteja atualizada e não incorrer em custos redundantes?


Aproveite para nos acompanhar no Facebook, LinkedIn e Instagram e fique sempre por dentro dos melhores seguros e serviços para proteger seus bens, sua família e seus negócios! 


Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, você está consentindo o seu uso.Saiba mais

Compreendi