voltar

A ECONOMIA DA REGIÃO CENTRO-OESTE PODE CONTAR COM A MDS BRASIL

31.03.2021
Presença MDS Centro-Oeste

economia da região Centro-Oeste vem  exercendo um papel crucial no cenário nacional, principalmente diante de seu notável desempenho no agronegócio, setor que manteve destaque no mercado financeiro e na geração de empregos mesmo durante a crise desencadeada pela pandemia do coronavírus em 2020. 

 

As diversas atividades realizadas no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e pelo Distrito Federal desempenham um papel importante não apenas para o crescimento econômico da região Centro-Oeste, mas também para o abastecimento do mercado interno e para muitos indicadores positivos para o país, incluindo atuação robusta nas exportações. O PIB da região teve um salto de 332% somente entre os anos de 2002 e 2012, segundo dados do IBGE. 

 

Assim como em todas as regiões brasileiras, esses estados também enfrentam desafios específicos atrelados a sua geografia e à infraestrutura local para manter suas demandas e distribuir sua produção na cadeia de suprimentos. São nestes momentos que, mais uma vez, a MDS Brasil desenvolve e disponibiliza as principais tecnologias e opções de proteção sob medida para mitigar riscos, resguardar e incentivar o crescimento econômico da região Centro-Oeste 

 

 

Economia da região Centro-Oeste: conquistas e desafios 

 

O Centro-Oeste conta com uma grande densidade demográfica de áreas urbanas, mas é o setor primário que conduz os maiores índices econômicos da região. Tanto que o setor é o responsável por novas pesquisas, investimentos e pelo desenvolvimento de novas tecnologias conectadas ao campo para a otimizar a pecuária extensiva e as atividades agrícolas, como também no setor energético com a produção do etanol de milho 

 

 

Ponto forte da economia da região Centro-Oeste: rebanhos bovinos 

 

A geografia da região colabora para que seus estados tenham grandes extensões de pastagens livres. No estado do Mato Grosso do Sul estão os dois dos cinco maiores rebanhos bovinos do país. Segundo uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2018, os municípios de Ribas do Rio Pardo e Corumbá concentravam 1,1 milhão e 1,8 milhão de cabeças de gado. Cárceres, no Mato Grosso, também aparece no estudo com 1,1 milhões de cabeças. Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o estado registrou um aumento de 22% nas exportações em 2019 com a abertura dos mercados asiáticos. 

 

O crescimento na produção e nas exportações exigem uma abordagem cada vez mais minuciosa do gerenciamento de riscos dos processos produtivos e também nos meios de escoamento da carne para o mercado interno e externo. Neste cenário, nossos especialistas desenvolvem soluções customizadas para a mitigação de riscos através das do Seguro Transporte que, além das coberturas customizadas, também desenvolve ferramentas e programas de gerenciamento de riscos e em transporte e logística que atua diretamente na prevenção de perdas. 

 

 

Expoentes da agricultura 

 

economia da região Centro-Oeste também merece destaque por seus avanços na produção agrícola. Segundo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) do IBGE, os estados da região foram os responsáveis por 42,6% da produção dos grãos, oleaginosas e cereais do Brasil em 2019. Apenas o Mato Grosso do Sul lidera a produção de commodities brasileiras de grande importância como a soja, o milho e o algodão. É importante ressaltar que os produtores agrícolas da região estão constantemente expostos a uma série de dificuldades operacionais, oscilações de mercado, fatores climáticos e biológicos e tantas outras adversidades que podem comprometer a quantidade e a qualidade de suas safras.  

 

Para enfrentar esses desafios, os produtores tendem a investir em novas tecnologias e apólices protetivas que sejam robustas e flexíveis ao mesmo tempo, como o Seguro Agrícola da MDS Brasil. Além das vantagens do seguro agrícola, ele é capaz de proteger não só a renda do produtor, mas também desenhar coberturas específicas de acordo com os índices a parâmetros climáticos da região Centro-Oeste. 

 

 

Mineração e extrativismo  

 

O solo também desempenha um papel importante na economia da região Centro-Oeste. Goiás é o segundo estado brasileiro em extração de nióbio (sendo que o Brasil é o país que mantém 35% das reservas de minério no mundo e também tem posição de destaque na extração de níquel. O Centro-Oeste também engloba reservas de ferro, manganês, ouro, diamantes e cristais de rocha.  

 

O extrativismo vegetal, mais comum nas áreas afastadas dos centros urbanos, é a responsável pela produção de madeiras de lei como o cedro, imbuia e mogno e também na extração do látex das seringueiras para a produção de borracha. A atividade também fornece insumos importantes para a indústria farmacêutica, como a poaia e o angico. 

 

O escoamento desses produtos ainda sofre grandes riscos, já que a malha rodoviária da região enfrenta problemas de conservação ou mesmo trechos não pavimentados, encarecendo a cadeia logística que resgata a produção das áreas mais afastadas dos grandes centros urbanos e de distribuição. Para esse segmento, o Seguro Transporte da MDS Brasil desempenha estratégias de mitigação de riscos eficientes em todas as etapas  logísticas. 

 

 

Desenvolvimento do setor de serviços 

 

O Distrito Federal comportar o centro político brasileiro também conta com um um dos maiores PIB per capita do país, composto por 73% de sua economia movida pelo setor de serviços. Assim como nas demais regiões, o Centro-Oeste conta com uma diversidade de demandas por serviços em suas capitais.  

 

Hospedagem, turismo, ecoturismo, eventos, gastronomia e alimentação, telecomunicações, tecnologia da informação entre tantos outros segmentos já representam parte importante do PIB da região. Para atender a pluralidade do segmento, a MDS Brasil desenvolve proteções customizadas para salvaguardar a Responsabilidade Civil de empresas prestadoras de serviços e profissionais liberais que atuam nos estados do Centro-Oeste.  

 

 

Crescimento na construção civil é desafio 

 

Todas as atividades que impulsionam a economia do Centro-Oeste demandam investimentos em infraestrutura. Não é à toa que a indústria da construção civil tenha um papel fundamental para o desenvolvimento da região e também para atender sua crescente população.  Ainda  assim, é importante considerar que, como em todo país, a construção na região também ficou mais cara, como em todo o país, de acordo com  o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), do IBGE. O custo da construção do metro quadrado no início de 2021 chegou aos R $1.280,81 no Centro-Oeste. 

 

Para amparar o segmento e prevenir possíveis perdas financeiras neste cenário delicado, a MDS Brasil oferece o Seguro de Riscos de Engenharia com coberturas all risks para obras de construção e montagens na região Centro-Oeste e as empresas podem optar tanto pela indenização em dinheiro ou pela reposição de bens danificados.  

 

 

 

Essas são apenas algumas das múltiplas soluções que a MDS Brasil pode disponibilizar para os negócios que impulsionam a economia da região Centro-Oeste, respeitando suas especificidades e desafios.  

 

Entre em contato para saber como podemos transformar os mais diversos riscos em oportunidades reais de crescimento. Siga também as nossas páginas no LinkedIn, Facebook e Instagram para acompanhar o panorama, tendências e as novidades do mercado.  

 

 

 

#MDSBrasil #PresencaMDS #Seguros #Insurance CentroOeste #Brasil  #Agronegocio # Agro #Servicos #Mineracao #ConstrucaoCivil 

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, você está consentindo o seu uso.Saiba mais

Compreendi