voltar

SETOR DE LOGÍSTICA: O CENÁRIO, AS TENDÊNCIAS E O FUTURO DO SETOR NO BRASIL

25.08.2021
SETOR DE LOGÍSTICA: O CENÁRIO, AS TENDÊNCIAS E O FUTURO DO SETOR NO BRASIL

A crise sanitária no último ano trouxe desafios para o setor de logística brasileiro. A circulação de produtos, matérias primas, peças, dentre outros insumos foi reduzida com o fechamento do setor de serviços e comércio em decorrência do vírus Sars-Cov-2. 

Diante o cenário, novas tecnologias foram integradas, o que tornou processos mais rápidos e competentes por meio da digitalização, e impulsionou a logística 4.0. Migrar para o digital se torna uma vantagem competitiva, pois os custos podem ser realocados e problemas no processo evitados. 

Para Rodrigo Fugishima, Superintendente de Transporte/ Aeronáutico/ Casco da  MDS Brasil, "mercados como a tecnologia e logística podem e devem trabalhar lado a lado.” 

As soluções digitais de gerenciamento de logística se movem para tornar as cadeias de suprimentos mais centradas no cliente e sustentáveis. A automação nos processos logísticos traz um aumento significativo na produtividade e eficiência no fluxo de trabalho. "Isso possibilita desenvolver soluções para  otimizar os processos, tornar os resultados mais satisfatórios e garantir maior qualidade para as empresas que são atendidas pelas companhias do setor de logística”, acrescenta Fugishima 

A melhoria da transparência e rastreio da cadeia de abastecimento é vital para manter uma relação flexível e dinâmica entre os vários públicos. Todavia, você sabe o que é o setor de logística e o que ele faz? Continue a leitura para compreender o que o setor de logística de uma empresa realiza e o que podemos esperar do mercado de logística nos próximos anos. 


O que é o setor de logística? 

 

O setor de logística é um setor macroeconômico que engloba toda a cadeia de transportes que dão conta da produção no país. Toda a cadeia produtiva depende do transporte de: 

 

  • Matérias primas 
  • Insumos 
  • Produtos 
  • Peças 
  • Maquinário 

 

Ou seja, para se produzir qualquer coisa, é necessário que o transporte de seus insumos seja efetuado por meio de um plano de escoamento e distribuição da produção. 

Segundo o ILOS, especialistas em logística, o custo logístico no Brasil é de 12,7% do PIB. Além disso, as empresas gastam em média 7,6% da sua receita líquida em transporte e logística. 

O setor ainda é amplo e inclui diversas empresas que trabalham com transportes, seja ele aeroviário, aquaviário, rodoviário ou ferroviário. Algumas empresas que possuem e-commerce buscaram novas maneiras de distribuir sua produção ou entregar mercadorias. 

Como a Vale, hoje responsável pela ferrovia Minas-Vitória e o Mercado Livre e Magazine Luizaque investem ativamente na diminuição do tempo de entrega em seus produtos.

O que faz o setor de logística? 

O setor de logística é um dos símbolos de desenvolvimento do país, uma vez que fornece infraestrutura para toda a produção privada e pública. É um setor misto que recebe investimentos e parcerias entre o público e o privado, pois depende da infraestrutura de transportes. 

O caminho para esse setor é a parceria e o desenvolvimento de ações que possam amplificar a cadeia de suprimentos (supply chain) no país e melhorar as condições para efetuar o transporte destes produtos. 

O setor aeroviário sofreu 50% de redução no índice geral, o que inclui índices como oferta de assentos, volume de carga nacional e internacional e transporte de passageiros. Já em relação ao transporte ferroviário, houve um aumento ao longo do ano com a pressão por exportação do setor agropecuário e da indústria extrativista, com destaque para o minério de ferro com um aumento no seu preço no mercado internacional. Outro destaque é o aumento de investimentos em empresas techs no setor de logística feito pelas principais redes de varejo online. 

Como é o setor de logística de uma empresa? 

 

De acordo com Rodrigo, o setor de logística de uma empresa é responsável pelo "planejamento, implementação e controle eficiente e eficaz do fluxo e armazenagem de mercadorias, serviços e informações relacionadas desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o objetivo de atender às necessidades dos clientes”.

De certa maneira, toda empresa possui um setor de logística, ainda que possa estar distribuído por diferentes setores. No entanto, grandes companhias e indústrias possuem o setor de logística estruturado para manter a cadeia de produção em equilíbrio.  

O setor de logística dentro de uma empresa pode ser dividido em: 

  • Distribuição: que é responsável pelo escoamento e estocagem;  
  • Suprimento: que é responsável por abastecimento e provimento e; 
  • Transferência: para empresas que necessitam de transporte.  

O que esperar do setor de logística nos próximos anos?


Diferentes análises do setor de logística apontam saídas para problemas vividos no ano anterior, além de novos investimentos em 
tecnologia, expansão e infraestrutura. No setor público, o governo federal aponta investimentos em ferrovias e rodovias.  

Segundo dados oficiais do Banco Central, cerca de 60% de todo o movimento de pessoas e mercadorias no Brasil é feito por meio de transporte rodoviário. Paralelamente, o relatório do Observatório Nacional de Transporte e Logística: ONTL ainda indica tendências de investimentos e inovação no setor de logística. Como por exemplo, a entrega não tripulada, análise de dados em tempo real, automatização de rotas e a aplicação de internet das coisas no setor para o ganho em produtividade e assertividade.

Um dos riscos para o setor é o preço do combustível e a sua disponibilidade, o que deixa o setor apreensivo com a possibilidade de expansão e barateamento do valor sem algum respaldo do preço de seu principal insumo: o combustível.  

Os últimos 12 meses trouxeram mudanças consideráveis para o setor de logística. Alguns mercados tiveram um desempenho excepcionalmente bom, enquanto as vulnerabilidades de outros mercados foram reveladas. Apesar disso, a previsão da DHL, líder mundial em transporte expresso e logística, é que o mercado como um todo terá uma boa recuperação em 2021, com crescimento de 17%, aumentando significativamente os processos de logística.

O impacto do surto de Covid-19 nas cadeias de abastecimento de transporte teve um efeito pronunciado no mundo da logística. Dada a economia global e digitalmente conectada de hoje, não é de se admirar que o setor de logística continue a crescer aos trancos e barrancos a cada ano.

Neste cenário, o seguro transporte pode ser vital para cobrir os danos ocorridos a bens e objetos durante seu deslocamento em qualquer parte do mundo, seja em território nacional ou em operações de importação e exportação. 

Entendemos que proteger as mercadorias do ponto de partida ao ponto de entrega é uma necessidade. A MDS Brasil ajudará a traçar uma para o seu transporte ou quaisquer necessidades a partir da apólice de seguro logístico, para que você possa manter o foco em seus negócios. 

Entre em contato com nossos especialistas e faremos o possível para dar mais informações e ajuda necessária para que você aprenda mais sobre o seguro transporte. 


Siga também as nossas páginas no 
LinkedInFacebook e Instagram para acompanhar o panorama,  tendências e as novidades do mercado. 

 

Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, você está consentindo o seu uso.Saiba mais

Compreendi