voltar

GESTÃO DE RISCO EM SAÚDE COMO FERRAMENTA PARA O SUCESSO

04.08.2021
GESTÃO DE RISCO EM SAÚDE COMO FERRAMENTA PARA O SUCESSO

A gestão de risco em saúde do pessoal é o recurso mais importante de qualquer empresa. De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), em 2020 cerca de 30,6 milhões de brasileiros  estavam no mercado de trabalho. 

Não se pode ignorar o fato de que os funcionários consideram o trabalho parte de suas vidas e, mais do que nunca, os lares tornaram-se escritórios. Em meio à crise sanitária do coronavírus, o Brasil tinha 8,1 milhões de pessoas em trabalho remoto. Diante disso, a gestão do risco à saúde dos trabalhadores exige a participação ativa e forte investimento das empresas. 

Um ambiente de trabalho saudável pode gerar um engajamento maior dos funcionários em suas atividades. Essa condição de trabalho é a base para o bom crescimento dos negócios da sua empresa. 

Um bom plano de gestão de risco pode garantir a saúde, estimular a vitalidade da organização e motivar efetivamente a empresa, gerando melhoria na produtividade, retenção  de talentos e redução de gastos com planos de saúde.

Além disso, é o estado de saúde dos colaboradores que determina o nível de absentismo. De acordo com o site Observatório de Segurança e Saúde no Trabalho, entre 2012 e 2020 foram 445.532.393 dias de trabalho perdidos com afastamentos acidentários. Portanto, fica perceptível que a gestão da saúde do pessoal é uma das tarefas mais importantes do RH, uma ferramenta para o sucesso de uma política de pessoal.

O bem-estar do funcionário é um recurso de gerenciamento de riscos potencialmente poderoso; este artigo busca mostrar o que é a gestão de risco em saúde e como esse recurso pode beneficiar a sua organização.

O que é a gestão de risco em saúde?

Gestão de risco em saúde é o método de análise de processos e práticas em vigor, identificação de fatores de risco e implementação de procedimentos para lidar com ameaças à saúde dos funcionários. 

A gestão de riscos em saúde pode significar a diferença entre a vida e a morte, o que torna os riscos significativamente maiores. A pandemia da Covid-19 foi a segunda maior causa de doenças e acidentes associados ao trabalho no Brasil em 2020.

É fundamental o seu RH gerenciar esses riscos para manter as pessoas saudáveis e protegidas e os custos da organização baixos. Uma vez que as estratégias de gerenciamento de risco são postas em prática, a sua organização pode minimizar o potencial de perda.

Esse processo pode ser dividido em três etapas: 

  1. coletar informações diversas para compreender totalmente o estado de saúde; 

  2. realizar uma avaliação de risco de saúde e doença; 

  3. adotar vários métodos de intervenção. 

Essas três etapas não existem isoladamente, mas em um ciclo dinâmico. O objetivo é promover a autoconsciência, usar recursos para atingir uma melhoria, manter e promover a saúde dos colaboradores, além de prevenir e controlar a ocorrência de doenças, melhorar a qualidade de vida e reduzir as despesas médicas.

O Journal of Occupational and Environmental Medicine mostra que uma gestão da saúde dos funcionários bem organizada pode reduzir a incidência de doenças na equipe de 40% a 50%,  reduzir o absenteísmo 20%, aumentar a detecção de doenças crônicas em 10-15% e, como um resultado, reduzir o período médio de invalidez temporária em 30%.

Do tratamento médico tradicional às análises preditivas

Nas condições modernas, muitos aspectos afetam negativamente a saúde do pessoal: estresse constante, falta de sono e situação econômica, mas o principal é a pressão do tempo. 

A falta de tempo não permite que os funcionários se submetam a exames em tempo hábil e busquem atendimento médico, pratiquem esportes, recreação e alimentação saudável. 

Ao analisar dados da pesquisa "Acesso a cuidados de saúde em países em desenvolvimento”, constatou-se que o principal motivo da baixa efetividade das intervenções preventivas está associado à falta de recursos (76%) e de tempo (68%). Em uma situação em que o empregado não dispõe de tempo suficiente, o seu RH deve cuidar da saúde de seus empregados. Para isso, sua equipe de Recursos Humanos pode utilizar tecnologias de gestão, o que se torna cada vez mais relevante no setor.

A partir de soluções de gerenciamento de risco de saúde do funcionário, é possível estudar estatísticas sobre as doenças mais comuns, estabelecer causas e consequências e realizar uma auditoria. Além disso, com base nos resultados do estudo, é possível elaborar um plano de medidas preventivas que deve ser executado de forma a reduzir a incidência. 

As medidas preventivas abrangem todas as áreas que afetam a saúde dos funcionários de uma forma ou de outra. Isso inclui não apenas check-ups regulares e vacinas, mas também preparação física corporativa, programas de cessação do tabagismo, alimentação saudável, ergonomia e ecologia do local de trabalho.

Seu programa de segurança e saúde deve abranger todos os perigos, com algumas ameaças priorizadas dependendo do seu tipo de trabalho. Por exemplo, se seus funcionários estão lidando com produtos químicos tóxicos, os perigos químicos seriam seu foco principal. Se seus funcionários passam suas horas de trabalho na frente de computadores, os riscos ergonômicos são a maior ameaça à sua saúde e bem-estar.

A gestão de risco em saúde como prioridade 

Devido à falta da gestão de risco em saúde dos funcionários corporativos, as empresas precisam gradualmente lidar com o aumento dos custos médicos e a queda da produtividade do trabalho, como licença médica e pagar mais para melhorar a eficiência e a produtividade do trabalho do funcionário. 

Ao investir em um pacote de benefícios para funcionários relacionados à saúde e prevenção de doenças com antecedência, o seu RH poderá ver os gastos da empresa com saúde dos funcionários cair significativamente, além de aumentar a produtividade dos funcionários.

Todas as organizações necessitam de um bom programa de gestão de risco para mitigar não somente ameaças, mas também prejuízos. Em um ecossistema empresarial, esse tipo de gestão não está somente atrelado a departamentos mais óbvios, como financeiro ou produção fabril. 

Os setores de Recursos Humanos também necessitam de uma boa gestão. A MDS Brasil dispõe de vários recursos para ajudar o seu RH a controlar despesas e os benefícios dos seus programas de bem-estar, incluindo:

Isso parece muito trabalho, né? No entanto, a boa notícia é que você não precisa fazer isso sozinho. Aqui na MDS Brasil, o objetivo principal é garantir a saúde e a segurança dos funcionários em qualquer ambiente. 

Teremos o maior prazer em lhe fornecer as orientações necessárias para melhorar as práticas de saúde e segurança da sua empresa e, consequentemente, otimizar os seus processos de gestão de risco em saúde.

FALE COM UM DE NOSSOS ESPECIALISTAS 

Siga também as nossas páginas no LinkedIn, Facebook e Instagram para acompanhar o panorama,  tendências e as novidades do mercado.
Política de Cookies

Este site utiliza Cookies. Ao navegar, você está consentindo o seu uso.Saiba mais

Compreendi